skip to Main Content
(31) 3473-5953 | 3473-5366 contato@colegioceaps.com.br
Conheça O Projeto Ecoguimarães

Conheça o Projeto Ecoguimarães

Todo grande projeto se inicia com uma breve ideia. Foi assim que o Movimento Ecos começou na Escola Estadual Guimarães Rosa. A partir de um convite da Faculdade Dom Helder Câmara e do interesse de um grupo engajado de alunos dos segundos e terceiros anos, foi dada a largada para aquele que, como não era esperado, se tornou o maior projeto já desenvolvido na escola.

Tal projeto, inicialmente, traria para os alunos a possibilidade de bolsas de estudo e de prêmios para os primeiros colocados. Imagina-se que esta tenha sido a motivação inicial, mas, diante das proporções que tomou na escola e na comunidade, a motivação ganhou profundidade e abarcou, não somente os louros que o projeto poderia trazer para a escola, mas a tomada de consciência ecológica de um grupo de alunos, professores, funcionários e famílias, que viram o crescimento do projeto como algo positivo para o processo educacional.

O Ecoguimarães trouxe para a escola, união, dedicação, interesse, disputa, pesquisa, preocupações, novos problemas a serem solucionados, parcerias e muito mais. Foi o primeiro projeto que conseguiu unir todos os funcionários da escola em prol de um objetivo: educação ambiental. Da maneira como foi estruturado e conduzido, todos os professores e turmas precisaram se envolver.

É importante mencionar o fôlego da Equipe Ecos. Como esta turma trabalhou!!! Suou!!! Desde o início, esses alunos viram a grandeza do trabalho e se dedicaram cada vez mais. Coordenados pela professora Ana Cláudia, esses alunos se organizaram, se dividiram, distribuíram tarefas, conduziram toda uma escola em direção à busca dos objetivos.

Mudanças foram feitas na escola, novas ideias foram colocadas: alunos começaram a preocupar com a água que era utilizada para lavar a escola; a energia em excesso das luzes acesas durante o dia; as lâmpadas antigas que consomem mais energia; a reciclagem, redução e reutilização de materiais simples que são utilizados no cotidiano mas que podem ter outros destinos e gerar lucro; o lixo eletrônico, hoje acumulado em grande quantidade na atual Sociedade Tecnológica e que causa sérios danos ao meio ambiente através da contaminação causada pelos metais pesados contidos nele; a reciclagem de roupas e a doação para os menos favorecidos; a criação da horta escolar e a importância do alimento orgânico, livre de agrotóxicos. Estas foram temáticas trabalhadas e desenvolvidas durante o projeto Ecoguimarães. Além disso, foi desenvolvido um aplicativo de celular, o MA-E (meio ambiente econômico), já disponível na playstore, que orienta o consumo racional de água e energia dentro das residências.

Embora a missão principal do projeto que era desenvolver um projeto ambiental na escola para concorrer aos prêmios propostos pela instituição idealizadora, tenha finalizado no Guimarães Rosa, o projeto ainda está a pleno vapor. Através de uma parceria com a empresa Reset Brasil, a escola realizará no dia 10/11, uma nova coleta de lixo eletrônico, mas desta vez com um novo grande objetivo. A empresa irá comprar todo o material recolhido e toda a renda será revertida para a montagem do laboratório de Ciências da escola. Esta será a meta central do projeto Ecos para o ano de 2019. Para realizar este evento, a escola tem feito ampla divulgação no bairro Pindorama e arredores. Com a ajuda efetiva de parceiros da comunidade, a ideia tem sido espalhada em escolas próximas, comércios, panfletagens, carro de som, redes sociais etc. Além de preservar o meio ambiente através da reciclagem, a escola vem conseguindo somar parcerias, divulgar seu trabalho e arrecadar fundos.

A equipe Ecos agradece a todos que contribuíram com o projeto: Alda (parceira da reciclagem); Aleander (ex aluno desenvolvedor do aplicativo junto à equipe Ecos); José Ferreira (membro da comunidade, apoio na divulgação e desenvolvimento do projeto); Martinha (mediadora entre REVERT e CEMIG), Verônica (apoio artístico); Diretora Gab, professores e alunos do CEAPS; Diretor Tiago e alunos do Lucas Monteiro, além da Direção do Guimarães Rosa e a todos os funcionários e alunos.

O Ecoguimarães não acabou, ele apenas começou. Novas parcerias foram feitas para o próximo ano e um novo grande projeto virá. A questão ecológica nunca cessa, a consciência de um aluno educará a consciência das próximas gerações. Essa gota de esperança plantada na escola foi apenas a semente para iniciar a formação de um  novo “pensar ambiental”!

O Colégio CEAPS, se preocupa com a comunidade, ajude o Ecoguimarães doando lixo eletrônico. Mais informações: (31) 9 9973-0442.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top